domingo, 1 de outubro de 2017

7 livros para 70 anos de Stephen King

No último dia 21 de setembro, um dos meus escritores preferidos, Stephen King, completou 70 anos de vida. Além disso, esse ano de 2017 também marca 50 anos desde que ele vendeu sua primeira história profissionalmente, The Glass Floor, e 30 anos da publicação do meu livro preferido escrito por ele, Misery.

Eu não queria deixar esse dia passar em branco. Então, para iniciar os trabalhos do mês do Halloween, resolvi indicar por aqui não apenas meus livros preferidos, mas livros que tenham sido importantes na minha formação como leitora e como apaixonada por horror de alguma forma. Digo isso assim, sem meias palavras, pois o King foi o primeiro autor "adulto" que li, consciente da escolha que estava fazendo, e muito do que meu gosto literário é hoje devo a ele.





Diferentemente do que possam pensar, King não é apenas um autor de horror - e muita gente se surpreende ao saber que histórias como The Green Mile/O Corredor da Morte/À Espera de um Milagre ou The Shawshank Redemption são originalmente dele. No epílogo de As Quatro Estações, que li esse ano, temos o seguinte diálogo entre King e seu editor, antes da escolha de Salem's Lot como o segundo livro dele a ser publicado:

- É que se você publica um livro sobre vampiros depois de um livro sobre uma menina que faz os objetos se mexerem com a força da mente, você vai ficar rotulado - disse ele.
- Rotulado? - perguntei, francamente perplexo. Não conseguia ver qualquer semelhança entre vampiros e telecinesia - Rotulado de quê?
- De escritor de terror - disse ele, ainda mais relutante.
- Ora! - respondi bastante aliviado - Que bobagem!

ORA QUE BOBAGEM.

Foi por não querer falar apenas dos de terror que acabei fazendo essa lista.

Escolhi 7 livros para brincar com os 70 anos de vida. Infelizmente, "apenas" li 12 entre suas mais de 60 obras publicadas, mas quase todos foram livros incríveis, e gostei muito de fazer essa lista pra indicar por aqui.

Sem mais delongas, vamos aos livros!


1. O Clássico: O Iluminado

O primeiro livro que li dele foi a melhor introdução possível. Assim como O Exorcista, esse livro me marcou tanto que lembro claramente de onde/como estava alguns momentos durante a leitura.

Conforme acompanhamos a decadência de Jack Torrance e a influência que o Hotel Overlook causa nele, temos um panorama maravilhoso de como Stephen King sabe trabalhar a mente humana, a loucura e o medo magistralmente.

Não quero falar muito sobre ele aqui já que logo terei um post só sobre esse livro e o filme do Kubrick. Mas, mesmo conhecendo gente que não gosta desse livro - ou do filme -, é sempre uma das minhas primeiras recomendações pra quem tem vontade de ler Stephen King.

Compre: INGLÊS / PORTUGUÊS


2. O Preferido: Misery - Louca Obsessão

Muito mais suspense do que terror, e sem elementos sobrenaturais, Misery é meu livro preferido do Stephen King, um dos preferidos de todos, e um livro que recomendo a qualquer pessoa em qualquer ocasião.

Quando Paul Sheldon sofre um acidente e é resgatado pela sua Fã Número Um, ele não imagina tudo o que isso pode causar em sua vida, tanto como pessoa quanto como escritor. O que mais me cativa em Misery, além desse suspense que cresce a cada página e da torcida por Paul, é a cada página a história nos surpreender com seus vários turnos inesperados, de uma forma que te deixa completamente preso a ela. Esse ano o li pela terceira vez, e amei da mesma forma que nas duas anteriores.

Durante muito tempo, pensei que o livro era sobre medos dele como autor, mas, mais que isso, Misery é um livro sobre vício, e sobre o vício que Stephen King teve com cocaína. Usando as palavras dele mesmo, Annie Wilkes é a cocaína.

A adaptação cinematográfica de Misery também é um dos meus filmes preferidos no mundo, estrelado por James Caan e Kathy Bates, que ganhou o Oscar de Melhor Atriz por seu papel como Annie, e é o único Oscar já dado a qualquer das adaptações de livros de Stephen King.

Compre: INGLÊS / PORTUGUÊS

3. O De Contos: As Quatro Estações

King tem muitas compilações de contos, mas surpreendentemente As Quatro Estações foi o único que li inteiro - apesar de já ter lido algumas dessas histórias ainda na época do Ensino Médio, nas finada edições dos Mestres do Horror da editora Francisco Alves.

De três dos contos nesse livro saíram adaptações cinematográficas, sendo um deles considerado o melhor filme de todos os tempos pelo IMDB, The Shawshank Redemption. Além disso, Stand by Me é o filme preferido de King dentre as adaptações de seus trabalhos.

Cada uma das estações nos traz uma história bem diferente da outra, e é outro dos livros que não tem elementos fantásticos (a não ser se você contar O Método Respiratório - o único que não tem adaptação cinematográfica - como "sobrenatural"). O Aluno Exemplar, uma história sobre um velho refugiado nazista e um garoto encantado com os horrores do holocausto, foi uma das coisas mais assombrosas e pesadas que li nos últimos tempos.

Compre: INGLÊS / PORTUGUÊS



4. O Não Ficção: Sobre a Escrita

Fora Misery, esse é facilmente meu livro preferido.

Dividido em duas partes, a primeira é uma mais biográfica que ele denomina como seu Curriculum Vitae. King nos conta sobre sua vida literalmente desde que ele se entende por gente, tanto seus altos e baixos na vida pessoal, sua formação como leitor, formação acadêmica, e como escrever entrou na vida dele e suas primeiras publicações.

E depois temos o On Writing propriamente dito. Além de dicas sobre a escrita e todo o processo que ele passou e passa como escritor, sinto como se essa fosse uma conversa sobre como é trabalhar com essa arte tão introvertida, peculiar e pessoal.

Gosto de definir esse livro como minha bíblia pessoal, além de ser meio que o diário de um melhor amigo e também regras pelas quais viver quando você quer viver de escrever. Além de tudo o que ele nos dá de presente nessa conversa, no final temos uma lista dos livros que ele considera importantes para sua própria formação como escritor, e outros tanto que são seus preferidos.

Se dá um quentinho no coração ter Harry Potter naquela lista? Dá sim.

Compre: INGLÊS / PORTUGUÊS


5. O Mais Triste: O Cemitério

Luto ainda é um assunto complicado pra muita gente, mesmo a única certeza que temos na vida ser a morte.

Em O Cemitério, um dos maiores e mais icônicos clássicos escritos por King, lidar com a morte é o cerne principal da história. Quando uma família perde uma criança e sabe que por ali existe um cemitério de animais "mágico" que pode trazer os enterrados ali de volta, qual a decisão certa a se tomar, e qual o preço dessa escolha?

Já vi algumas pessoas que consideram a narrativa lenta, mas acho que todos os detalhes presentes colaboram para a construção de uma das histórias mais brilhantes de Stephen King. Também foi uma das minhas primeiras leituras de livros dele, e segue até hoje como um dos meus preferidos.

Compre: INGLÊS / PORTUGUÊS

6. O do Richard Bachman: A Maldição

Dos sete livros publicados sob pseudônimo de Richard Bachman, A Maldição foi o único que li.

Essa outra identidade foi criada pois, no começo da carreira, King escrevia muitos livros, e tinha medo de que o mercado ficasse saturado de suas publicações. Misery, inclusive, seria publicado no nome de Bachman, mas sua identidade foi descoberta antes.

A Maldição foi o último livro de Bachman antes de ser revelado quem ele era. É um livro super curto mas agoniante DEMAIS. A história é sobre um homem que, ao atropelar uma cigana e sair impune do julgamento desse crime, é amaldiçoado por um outro cigano a emagrecer - até morrer. É o tipo de thriller que te prende até o fim, e o li em coisa de dois dias.

Compre: INGLÊS / PORTUGUÊS

7. O Que Ainda Não Terminei: It - A Coisa 

Pode colocar livro que a gente não terminou ainda como um dos mais recomendados? PODE SIM.
Resolvi ler - finalmente - pela empolgação do lançamento do novo filme baseado nesse livro, e o que mais me deixou ansiosa foi ver a quantidade de opiniões positivas que essa adaptação está recebendo. Mesmo achando que não vou conseguir terminar antes de ver o primeiro filme - a narrativa no livro é não linear, então não queria assistir sem saber

Pennywise, o Palhaço Dançante, ou A Coisa, toma a forma dos maiores medos de cada um para assombrar essa pequena cidade chamada Derry, deixando um rastro de mortes mais ou menos a cada vinte e sete anos. Sete crianças se unem a partir da morte do irmão mais novo de um deles para tentar acabar com A Coisa, e mesmo conseguindo de alguma forma parar os terrores enquanto ainda são crianças, ela volta quando eles já estão adultos, então resolvem se reunir para, dessa vez, esse fim ser definitivo.

Mesmo ainda estando literalmente na metade da leitura, A Coisa já é pra mim um dos melhores livros de todos os tempos. Mesmo com o tamanho colossal de mais de mil páginas de leitura, a construção desses personagens e a mitologia em volta da cidade e do terror dessa assombração fazem a leitura fluir maravilhosamente.

Compre: INGLÊS / PORTUGUÊS
E você, já leu algum livro do Stephen King?

Quais são seus planos de leitura para o Halloween?


Comprando através dos links deixados nesse post, recebo uma comissão da Amazon. O valor me ajuda a continuar produzindo conteúdo, e você não paga nada a mais por isso! :)

1 comentários:

  1. Bom, de Stephen King não li muita coisa, mas lembro muito de no início da adolescência perambular por horas na biblioteca procurando livros de terror e o pouco que li dele foi nesse época (até então o Dead Zone era meu favorito).
    Tinha um pouco de preconceito de ler The Shining pois sabia das tretas dele com o Kubrick, e como AMO o filme acabei pegando o famoso ranço e não li, até você mandar eu ler pois valia a pena sim. E que livrão da porra! Amei muito, li no trabalho e nas partes mais tensas eu não queria parar de ler pra voltar a trabalhar haha.
    O Misery já está na minha lista com certeza, queria ler O Cemitério mas fiquei com receio por ser triste agora, não tenho psicológico pra isso.
    Os filmes "mais drama" dele eu vi e já risco da lista de leituras pois sei que não aguento, fico malzona mesmo. Mas se que se precisar de recomendações peço logo pra você. ♥

    ResponderExcluir