terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Planos para 2017 ❤

Ano novo, casa nova! E dessa vez sem muitas pretensões - não que eu as tivesse nos blogs passados, mas me cobrava muito por coisas pequenas, e acabava nada acontecendo. Então quem sabe dessa vez, ao invés de me culpar pelo primeiro post do ano estar saindo quinze dias atrasado dos meus planos iniciais, eu paro de firula e simplesmente bora escrever.

O final de 2016 foi extremamente complicado pra mim por motivos bem pessoais, e não pretendo me estender muito sobre isso. Mas, exatamente por ter passado por umas coisas que me fizeram nem querer ver o ano de 2017, aqui estamos mais uma vez, fazendo planos concluíveis - e que sinceramente, não são tão pra 2017, são meio que pra vida??? - que não vão me fazer tão mal caso não dê muita coisa certo, porque sempre tem o ano que vem pra recomeçar e tentar.

Já falei sobre isso num dos falecidos blogs passados, mas eu adoro fazer planos de final de ano. E pra mim ainda tem o adicional de meu aniversário ser juntinho do ano novo, então o sentimento de ~renovação~ sempre é carregado em dobro.

Mas vamos às coisas pretendidas pra esse ano?

Assistir ao musical Les Misérables

Depois de Wicked, meu musical preferido, o que a T4F me aprontou? Meu SEGUNDO musical preferido será montado em SP esse ano! Agora que já é oficial, mesmo a gente sabendo desde o ano passado, a expectativa está a mil! E por favor segue anexo ibagens do elenco LINDO, apresentado oficialmente semana passada.



SÓ LINDEZAS. Entretanto, tenho sentimentos confusos sobre o protagonista da montagem brasileira não ser um ator brasileiro. Sei que se ele foi o escolhido é por ser o mais competente para o papel - Daniel Diges é espanhol, e já participou de montagens de Les Mis como Enjolras (também conhecido como MEU PERSONAGEM PREFERIDO) e Jean Valjean, o papel que conquistou aqui em SP. Novamente, se ele foi escolhido é por sua competência e sei que não vai decepcionar mesmo em um papel com tanta carga, mas eu ainda acho que preferiria o papel nas mãos - e voz - de um brasileiro.

Começar - e manter - uma rotina de exercícios

Eu sempre fui gorda, mas sempre fui ativa. Ou era, na época da escola. Gostava de jogar, especialmente vôlei e handebol, nas aulas de educação física. Sempre andei muito, sem me importar com distâncias. Durante um tempo fiz kung fu, comecei muay thai, e entrei e saí de academia mais vezes do que consigo me lembrar pra contar. Só que atualmente isso vem pesando (HAH) em mim. Tenho cada vez mais dificuldade de fazer qualquer atividade que demande um pouco mais no meu corpo, e venho protelando resolver isso. Mas também me prometi me permitir apenas coisas que me causem prazer em fazer, ao invés de ficar puxando ferro na academia só por fazer. Nem que seja uma caminhada algumas vezes por semana, quero manter uma rotina, e a saúde agradece.

Estudar

Minha vontade real e honesta é poder dizer, no final do ano, que estou terminando meu primeiro ano de faculdade, mas não sei se é isso o que vai rolar. De qualquer forma, seja um curso ou a faculdade mesmo, preciso trabalhar minha mente e me dedicar a algo de verdade.

Ler mais, comprar menos, e melhor

Nos dois últimos anos meu volume de leitura caiu MUITO, por motivos diversos e que sei perfeitamente quais são, e que estou determinada a melhorar. Pelo lado positivo, eu deixei de comprar os +100 livros em um ano que já cheguei a fazer, e pretendo dar uma boa reduzida na estante esse ano (olha, outra meta!), pra com isso manter coisas que realmente ainda me interessam ter. Sobre comprar, há algum tempo já fiz uma wishlist de coisas que tenho vontade de ter e ler, e pretendo me manter fiel a ela na hora de compras, não me deixando levar por promoções dessa vez. Talvez eu faça até um post com minha wishlist, pra ir me motivando a ficar fiel a ela. E minha meta de livros pra esse ano no Goodreads é 50. Eita.Vejemos.

Comprar menos e melhor, num geral

Fazer wishlist pra focar no que quer é bom porque, quando você vê uma promoção muito boa numa coisa que não queria tanto assim, você pensa que aquele dinheiro poderia ser usado em algo que quer mais, vai durar mais, etc. Pelo menos, tem funcionado pra mim. Na teoria. Porque lá vem a próxima meta, que ééééé....

Guardar dinheiro pra viajar - E VIAJAR

Apesar de ainda continuar gastona, eu tenho tentado me controlar bastante, fazendo umas barganhas e acordos comigo mesma, pois quero deixar de usar o "não tenho dinheiro" como desculpa pra não fazer coisas que quero muito. Eu amo viajar, morro de vontade de conhecer muitos lugares, mas nunca foquei nisso como decidi fazer agora. Tenho tentado várias formas diferentes de me controlar, e no decorrer do ano vou perceber o que dá mais e menos certo pra mim, e volto pra contar.

Manter uma rotina com o blog

Como já disse, costumo me cobrar muito quando penso em escrever publicamente, mas quero que isso seja uma diversão sem que isso me deixe doida.

ALGO RELACIONADO A RAMMSTEIN

No ano passado, escrevi exatamente com essas palavras no meu journal uma meta, e ela foi cumprida da melhor maneira possível: pensei que o máximo que daria pra fazer sobre Rammstein em 2016 fosse comprar o dvd deles, acabou que eu os conheci pessoalmente e assisti ao melhor show da minha vida da grade. Eu duvido que isso vá ser superado porque né, só o Schneider me pedindo em casamento HAHAHA, mas espero que esse ano me traga algo maravilhoso em relação à banda da minha vida. Eles tão com show marcado em 2017 já. Vai que.

E é isso. Como eu disse, muita coisa que eu tenho que levar pra vida ao invés de só esse ano, mas uma hora a gente tem que começar, e a intenção é essa. Mais do que qualquer coisa, eu preciso cuidar de mim, e querer fazer isso, e no geral isso que é o foco principal de 2017.